Litoral norte de Natal

A melhor forma de conhecer as praias do litoral norte potiguar abrindo a carteira para um alucinante passeio de buggy. Por 60 reais em mdia, o visitante passa o dia todo percorrendo dunas, lagoas e praias paradisacas, com direito a manobras arriscadas dos bugueiros, transformando a viagem numa corrida de aventura.

A primeira parada do percurso o Parque das Dunas em Genipabu, crowdiada por buggys, barraquinhas e turistas de todos os naipes. De l parte o pitoresco passeio de dromedrio 10 minutos num banquinho apoiado na corcova do animal. Junto no carro estava uma famlia de Belm, que pedia s uma coisa. Uma trip sem emoo.

Na primeira peripcia do bugueiro, o casal do Par desceu, deixando a filha sozinha de castigo para sentir um pouco de adrenalina. No volante, Joo do Coco mostrava toda sua habilidade, nativo de Genipabu e mestre nas decolagens. Sem me dar conta do perigo, eu atiava o bugueiro falando que a nica emoo at o momento era ele ter furado o sinal amarelo no centro da cidade.

Provando ser arretado, Joo pisou fundo no acelerador, jogando a menina do norte para todos os lados, at bater a cabea no meu cotovelo. Foi a primeira e talvez a ltima experincia dela nas dunas do Rio Grande do Norte.

Hora de refrescar os nimos. Na Lagoa de Jacum, cercada por dunas, a principal atrao a famosa tirolesa, chamada na regio de Aerobunda! Pertinho dali, o cenrio se repete para o Esquibunda, um sandboard sentado que termina numa piscina artificial.

Depois de muita curtio com os brinquedos (4 e 5 reais respectivamente), Joo do Coco resolve parar no alto de uma duna deserta. Mandou todo mundo de Belm descer e deu o recado: Esperem um pouco a pessoal, vou dar uma voltinha com meu amigo de Curitiba aqui disse de maneira maquiavlica.

Partir da, penei para no sair voado do buggy. Ladeiras ngremes, buracos na areia, atalhos beirando precipcios, tudo a 80 km/h sem usar o freio em nenhuma situao. As montanhas russas do Beto Carrero e Hopi Hari so fichinhas perto das montanhas de areia rasgadas pelo seu Joo.

De quebra, no final com todo mundo reunido novamente, fomos para o Cabo de So Roque, em Maxaranguape, o ponto do litoral brasileiro mais prximo da frica, com um visual arrebatador. noite, retornei para Natal com a certeza de que emoo foi o que no faltou at agora na expedio.

OBS pertinente: No retorno do Brasileiro, Flamengo 1 x 4 Paran Clube. Saudaes tricolores rumo ao ttulo!



Escrito por Jeferson Jess �s 18h40
[] [envie esta mensagem] [ ] []



Cargueiro para Fernando de Noronha!

Resolvi sair de Ponta Negra e passar uma tarde na regio do porto atrs de um esquema que sempre imaginei existir: barco de carga para Fernando de Noronha! De fato, logo na entrada do terminal porturio fiquei sabendo que em Natal apenas uma companhia fazia carga para l. Fui at o barraco da Agemar Transportes Martimos, passando por becos imundos e ftidos de pescados.

Dentro do sinistro barraco da empresa, uma correria maluca de funcionrios carregando pacotes de comida, bebidas e muitas frutas. Na manh seguinte sairia o barco da semana rumo ao arquiplago, por isso a agitao em deixar tudo pronto. Num escritrio improvisado, o capito da viagem parecia mais um comerciante dos tempos das caravelas. Checava na planilha todos os itens a embarcar, ao mesmo tempo em que negociava o melhor preo com um fornecedor picareta.

Olhando aquela cena, imaginei um papagaio tagarela no ombro do capito, repetindo os preos dos produtos que eram exclamados em voz alta. Quando as coisas se acalmaram, apresentei-me como jornalista falando das minhas intenes e do projeto da expedio. Na mesma hora meu pedido de carona foi recusado. A fiscalizao nas embarcaes est muito rigorosa depois que andaram roubando combustvel na frente da Marinha. Sem falar que para entrar em Noronha necessrio ser fichado, pagar elevadas taxas de conservao do local e ter reserva em pousada.

Por ser um barco cargueiro, o nmero de acomodaes mnimo, suficiente apenas para o pessoal de trabalho. Caso conseguisse ir junto, antes de partir a Capitania dos Portos teria que fazer uma inspeo na embarcao para avaliar a segurana de ter um tripulante extra. Para evitar dor de cabea, o capito nem cogitou essa chance. At mesmo os nativos de Noronha, que precisam ir ao continente com freqncia, s conseguem sair de l de avio, trecho controlado por apenas uma companhia area.

Na Capitania existe um projeto dos moradores da ilha que esto tentando instalar uma linha fixa de barco para transporte de passageiros. Claro que a burocracia da Marinha e o medo de algum assinar algo e se ferrar depois, fez o projeto ser indeferido. Por enquanto Fernando de Noronha continua sendo um destino de elite, distante para viajantes independentes, mas que pelo menos se mantm preservado e cada vez mais cobiado.

Dica: Quer mesmo ir de cargueiro para Noronha? Tente carona em Recife. A ilha subordinada ao estado de Pernambuco e de l partem seis diferentes companhias que fazem transporte de carga.



Escrito por Jeferson Jess �s 10h57
[] [envie esta mensagem] [ ] []



A Ponta Negra de Natal

O bairro de Ponta Negra foi construdo para ser um reduto dos turistas que chegam a Natal, abrigando pousadas, restaurantes e toda parafernlia de servios que envolvem o ramo. Isso tornou o local bem diferente das caractersticas da cidade, chamando ateno de ambulantes, malandros e principalmente garotas de programa. O problema na regio antigo, desde quando o nordeste era e ainda destino predileto dos estrangeiros em busca do turismo sexual.

Na paraibana Joo Pessoa j tinha notado que a sacanagem comia solta, mas cada menina tinha seu espao, sem invadir a rea social dos turistas. Agora em Natal, mais precisamente na Ponta Negra, o negcio se torna explcito e intrnseco no cotidiano noturno. Em bares, restaurantes, na rua, nos quiosques, as primas (como so chamadas as prostitutas por aqui) atacam os gringos atrs de euros, dlares e tambm filhos! Apesar da forte campanha contra o turismo sexual, divulgada em cartazes e outdoors, o mercado do prazer continua aberto 24 horas, sem restries ou vergonha, para quem quiser pagar pra ver.



Escrito por Jeferson Jess �s 10h53
[] [envie esta mensagem] [ ] []



Lua Cheia Hostel - Natal

Voc conhece o albergue de Natal? No, responde o nativo da cidade. Chama-se Lua Cheia Hostel? Tambm no. um castelinho localizado na Ponta Negra? Ah, o castelo! Conheo sim. No a toa que o Hostel de Natal um ponto conhecido e turstico da regio. Construdo em estilo medieval, o Lua Cheia chama ateno de quem passa na frente, provocando curiosidade nas pessoas que fazem questo de entrar para dar uma espiadinha. Anexo ao castelo, est o Taverna Pub, destino j consagrado da noite natalense, com bandas ao vivo tocando todas as madrugadas. O prprio albergue tambm oferece os melhores passeios de buggy e de barco, sempre com segurana e qualidade, deixando o hspede preocupado em apenas se divertir e aproveitar a trip!

Servio:

Rua Dr. Manoel A. B. de Arajo, 500 Praia de Ponta Negra Natal

Fone / Fax: (84) 3236-3696 / 3236-4747

www.luacheia.com.br



Escrito por Jeferson Jess �s 10h29
[] [envie esta mensagem] [ ] []



Praia de Pipa (RN)

Sorte nas caronas como aguardar uma boa onda no mar. Depois da primeira vem a seqncia da srie, intensas e cheias de emoo. Na sada de Baa Formosa, dois caras desocupados descansavam na sombra de uma rvore. Talvez estivessem esperando o nibus. Naquele ponto iria tentar pedir carona, pois o Sol estava pegando e era a nica sombra por perto.

Chegando perto dali, um carro passou chutado, sem dar bola para meu sinal de polegar esticado. Os mans debaixo da rvore ensaiaram uma risadinha, como se fosse impossvel pegar carona na cidade. Percebi de longe que seria um porre ter que agenta-los em cada tentativa frustrada de sair fora. Aproximei-me sem falar nada, cumprimentando e encarando os infelizes.

No mesmo instante que parei ali, um carro locado encosta no susto. Era um casal de turistas holandeses com um filhinho pequeno. Minha meta era chegar na Praia de Pipa, mas por ser longe e contramo, tentava carona para Goianinha, no meio do caminho. O marido entendia um pouco portugus, mas no conhecia tal cidade. J foi arrancando o carro, com medo de algo pior, at que a mulher dele falou a palavra mgica: Pipa?

Rapidamente mudei de conversa, falando que Pipa era meu verdadeiro destino. Desconfiados, demorei mais um bom tempo para explicar a situao. Na sombra, os dois caras estavam de boca aberta, no acreditando no que viam. J no carro acenei para eles, me despedindo da Baa Formosa em grande estilo, dropando na sorte de um swell ideal...

**********

Pipa a praia da moda e badalao do Rio Grande do Norte. Respeitando as caractersticas de cada uma, maioria dos estados do litoral possui a sua. Maresias em So Paulo, Bzios no Rio, Arraial e Praia do Forte na Bahia, Porto de Galinhas em Pernambuco. Como todo nordeste em geral, o turismo em Pipa ainda est em desenvolvimento, dependendo muito do investimento de pessoas de fora. Na vila, restaurantes e pousadas caras, junto com a presena constante de estrangeiros, fazem aumentar o custo de vida tornando o local comercial demais para um viajante independente.

Ao redor, Pipa compensa qualquer gasto extra com praias belssimas, contornadas por grandes falsias e degraus de pedras. Na parte sul, a Praia do Amor reduto de surfistas e gente bonita. Caminhando mais adiante surge a Do Moleque, com uma escadaria para o mirante do Chapado, de visual alucinante. Ao norte, a Praia do Curral e do Medeiros so praticamente desertas e protegidas por falsias em toda sua extenso.

Se de dia praia, a noite ferve na vila de Pipa, principalmente na temporada, com bares e boates para todos os gostos. Na visita da expedio, entre segunda e quarta-feira, sobrou apenas as atraes naturais para conferir, j que a balada estava em reforma para abrir agora no comeo de julho. Com certeza, lugar marcado para voltar em breve...

Barbada:

Bem no centrinho de Pipa, ao lado da Pousada Cabo Verde, h quartos simples mas espaosos com frigobar e ventilador por mdicos 10 a 15 reais. Contato: Dona Mnica.



Escrito por Jeferson Jess �s 11h16
[] [envie esta mensagem] [ ] []



Uma Baa muito Formosa

Quando cheguei Baa Formosa, de carona com o Presidente da Cmara dos Vereadores da cidade, fui surpreendido pela rara beleza do lugar. A pacata vila, instalada em cima de uma falsia, revela duas paisagens distintas da praia. Do lado esquerdo, as guas claras e sem ondas abrigam vrios barcos de pesca e d nome ao municpio. Do outro lado, grandes ladeiras levam at o mar agitado, com muitas pedras, formando as melhores ondas do litoral potiguar, num visual que remete aos secret points da Califrnia. Ao sul, a configurao tambm muda com praias desertas recortadas por dunas e morros cobertos de Mata Atlntica.

Quem se rendeu ao paraso, meio que sem querer, foi o paranaense Ricardo Moss, descendente de famlia holandesa, nascido em Carambe PR. Ex-publicitrio, j morou em vrios cantos do pas como Curitiba, Sampa e Floripa. Cansado da profisso, passou para uma vida nmade atrs do lugar ideal, tentando a sorte na rea de restaurantes e pousadas. Quando conheceu a Ilha Grande, no Rio, abriu ali um Sushi Bar antes mesmo do presdio ser explodido.

Em Natal pensou ter achado o mapa da mina, tocando um grande restaurante, masacabou vtima de um golpe do antigo dono do ponto do estabelecimento. Enquanto aguarda o dinheiro investido na justia, Ricardo mantm uma simples pousada e restaurante na Baa Formosa, indicadapor amigos. Mesmo reavendo a grana e seus direitos, uma coisa j tem certeza. Desse achado, no quer sair to cedo.

Agradecimento: Ao nico cyber caf de Baa Formosa. O proprietrio ficou de mandar a logo e os contatos da loja, mas at agora nada. Todo caso, valeu por ajudar a expedio!



Escrito por Jeferson Jess �s 08h45
[] [envie esta mensagem] [ ] []




[ ver mensagens anteriores ]



Objetivo da Expedi��o
Contornar todo o litoral da Am�rica Latina utilizando apenas a carona! Uma aventura que vai promover a pr�tica deste transporte alternativo e resgatar o humanismo entre as pessoas.


Pr�xima etapa
Data ainda indefinida (depende de apoios e parcerias). Sa�da de Curitiba, contornando todo o cone sul at� alcan�ar a cidade de Santiago, no Chile.


Meu perfil
Jornalista e arquiteto de informa��o, 25 anos, ainda morando em Curitiba, Brasil. (ver portf�lio)


Entre em contato
>>
>>


Expedi��o no Orkut



Arquivo secreto
Jan / Fev - 2008
- P�ndulo humano
- Fundos de investimentos pe�onhentos
- Praia do Sono, Antigos, Ponta Negra
- Condom�nio Laranjeiras
- Travessia da Joatinga, Camburi (Ubatuba)

Out / Nov / Dez - 2007
- Surfando na carona do trem
- Ilha do Cardoso
- Cochilo em Canan�ia

Set / Ago - 2007
- Mundos distintos
- Idade nova em transe matinal

Jul / Jun - 2007
- Di�rios do viol�o
- Ilus�o do engano
- Old generation

Maio / 2007
- O turismo cemiterial
- Caronas arriscadas
- Cachoeira da Fortuna

Abril / 2007
- Paniquetes pegando carona
- Retrato dos exclu�dos
- Peregrina��o pelo Caminho de Peabir�
- Quando o rock fala mais alto

Mar�o / 2007
- C�nion do Guartel�
- Terra das cachoeiras gigantes
- O turismo revolucion�rio
- Truque de acostamento
- Carma de Conquistador

Fevereiro / 2007
- Carnaval em Superagui
- Ficando na estrada
- Lapas e tro�os nas praias do Paran�

Janeiro / 2007
- Pared�es do sul
- Subindo a serra
- Praia do Rosa, Farol de Santa Marta
- Garopaba, Ferrugem

Dezembro / 2006
- Guarda do Emba�
- Governador Celso Ramos, Florian�polis
- Tempos estranhos em Santa
- Aquece para a quarta etapa
- Caindo fora

Novembro / 2006
- Carona � uma merda
- Guia gringo para pegar carona
- Medo e del�rio no Rio de Janeiro
- O drama de um caroneiro

Outubro / 2006
- Ponto de carona
- Carona na rede
- Chapada Diamantina - parte 3
- Chapada Diamantina - parte 2

Setembro / 2006
- Chapada Diamantina - parte 1
- Quanto custa viajar de carona no Brasil
- Devaneios de Ilha Grande

Agosto / 2006
- Expedi��o j� planeja 4� etapa
- Alc�ntara, A arte de pegar carona
- Rio Pregui�a, S�o Lu�s do Maranh�o
- Delta do Parna�ba, Len��is Maranhenses
- Lagoinha, Jericoacoara

Julho / 2006
- Canoa Quebrada, Fortaleza, Beach Park
- S�o Miguel do Gostoso, Touros, Galinhos
- Ba�a Formosa, Praia de Pipa, Natal
- Jacum�, Tambaba, Jo�o Pessoa, Mamanguape

Junho / 2006
- Recife, Olinda, Ilha de Itamarac�
- Carro Quebrado, Maragogi, Porto de Galinhas, Caruaru
- Aracaju, Penedo, Macei�
- Salvador, Arembepe, Praia do Forte, Mangue Seco
- Parceiros de trip

Maio / 2006
- Chamando o gonzo
- Na espera!
- Vai come�ar a 3� etapa da expedi��o


Sites bacanas
Atire no dramaturgo
Blnicas
BrPoint
Caronas.com
Cmera Digital
ClickMarket
Coluna Extra
Contraditorium
DegustaParania
Digestivo Cultural
Esportes diferentes
Fbio Seixas, verso .txt
Freelancer - profi que rala
Hitchhikers.org
Hostelling International
Intermezzo
Interney
Jornalistas da Web
Mochileiros.com
NovoMundo.org
Obvious
Observatrio da Imprensa
Papo de Homem
Popload - Lcio Ribeiro
Querido Leitor
Revoluo Etc
Usabilidoido
Viaje Aqui
ViuIsso?
Webinsider

Sites parceiros
360grauss
Blog do Noel
Cledson Down
De gra�a � mais gostoso
Guia do Viajante
Jegue-BR
Melhores da Web
One Zillion Dollars
O melhor para download
O seu lazer na web
Pil�ndia
Plant�o NET
Publicidade e propaganda
P�rolas do Orkut
Resistindo
Teobaldo HP
Trilha do Brasil
Verdade Absoluta


Site Meter

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com



Free Page Rank Tool

--------------------------------