Chapada Diamantina - Rio de Contas (pt.2)

 

Perdida no extremo sul da Chapada Diamantina, a bela cidade baiana de Rio de Contas o ponto de partida para uma fantstica viagem a essa regio, que no consta nos roteiros tradicionais e guarda as maiores riquezas da Chapada Diamantina em termos de histria e natureza.

 

Os primeiros habitantes da regio de Rio de Contas foram escravos alforriados que se reuniram num pequeno Arraial dos Creoulos (atual vila de Bananal). No incio do sculo XVIII, com a chegada de bandeirantes junto com os padres jesutas interessados em novas regies de explorao do ouro, um novo arraial foi fundado (vila de Mato Grosso), atraindo ainda mais pessoas para a regio. O interessante que at hoje as duas vilas nunca se misturaram, sendo Mato Grosso curiosamente habitada apenas por brancos e Bananal por negros.

 

Em 1746, uma forte epidemia de febre amarela levou o governo local a remanejar toda a populao da cidade vizinha de Livramento de Nossa Senhora, instalada ao p da serra, para o topo da chapada. Foi construda ento uma nova cidade, com ruas amplas o suficiente para que houvesse boa ventilao, evitando assim as doenas. Era o surgimento de Rio de Contas, totalmente planejada num local onde a temperatura pode chegar a 6C no inverno!

 

Rico em ouro de aluvio, Rio de Contas viveu na segunda metade do sculo XVIII uma poca de grande prosperidade econmica. As tradicionais famlias importavam da Europa peas de uso pessoal e decorao. Numa celebrao abundncia, p de ouro era lanado nos Imperadores e Rainhas durante as procisses da festa do Divino Esprito Santo. So desta poca os casares em estilo colonial, hoje tombados pelo patrimnio histrico. A cidade chegou a ser a segunda vila mais importante da Bahia.

 

 

Toda esta prosperidade desapareceu por volta do ano de 1800 com a escassez do ouro, agravando-se ainda mais com a descoberta de diamantes na Chapada Diamantina quatro dcadas depois. Grande parte da populao de Rio de Contas transferiu-se para Mucug em busca de novas riquezas. A cidade ficou praticamente abandonada, sobrando o artesanato como a principal atividade econmica.

 

Atualmente o turismo comea a movimentar a cidade, principalmente na poca de grandes festas como o Carnaval. Rio de Contas oferece tambm dezenas de passeios espetaculares a p ou de carro, como o pico das Almas, um dos pontos mais altos da Bahia, a cachoeira do Fraga, a ponte do Coronel, a Estrada Real e o povoado de Mato Grosso, com suas flores e hortalias.

 

As ruas do municpio so largas e floridas, ladeadas por mais de 400 casas centenrias de belas fachadas, tombadas pelo patrimnio histrico nacional, que formam um belssimo conjunto arquitetnico colonial. Destacam-se os prdios do Pao Municipal, a antiga Casa de Cmara e Cadeia - onde funciona atualmente o Frum - as igrejas de N.S. Santana e do Santssimo Sacramento, a antiga Casa de Fundio, o teatro So Carlos, construdo em 1892 (nico da chapada) e o Arquivo Pblico - onde esto guardados valiosos documentos que fazem parte da histria da Bahia.

 

Uma pena que Rio de Contas foi excluda do roteiro turstico da famosa Estrada Real, deturpando o significado histrico deste caminho. A antiga estrada de pedra ligava Rio de Contas a Livramento no perodo de explorao do ouro e fazia parte do caminho percorrido por bandeirantes e mineradores vindos de Gois e Minas rumo ao litoral do pas. Os 6 km que ainda restam do caminho original passam ao lado da cachoeira do Brumado, com 80 metros de altura, e ainda oferece uma incrvel vista para o vale onde est a cidade de Livramento. Um grande desrespeito para uma estrada to real quanto surreal.

 

Posts relacionados:

 

- Enfim, Salvador

- Canaviais do desgosto

- Uma Baa muito Formosa



Escrito por Jeferson Jess �s 14h46
[] [envie esta mensagem] [ ] []



Bem-vindo Chapada Diamantina (pt.1)

Enquanto nada de emocionante acontece por essas bandas do Sul, vou republicar (com algumas correes) uma matria que escrevi sobre a Chapada Diamantina, um dos lugares mais bonitos do pas, exibida na utpica Revista Bagagem j algum tempo. A reportagem ser dividida em sete partes, agrupando as cidades da regio visitada para no sobrecarregar a leitura e manter atualizado este blog.

 

**************

 

Capital brasileira do Ecoturismo! Assim conhecida a Chapada Diamantina, regio de esplanadas no alto de serras, encravada no corao do privilegiado estado da Bahia. No para menos. O parque abriga chapades, rios e corredeiras de gua avermelhada, cachoeiras, cavernas, grutas e poos de gua transparente, caractersticas ideais para os praticantes deste segmento turstico. Condies que favorecem a prtica de diversos esportes de aventura reunidos num nico lugar, como rapel, canyoning, escalada, mergulho, off road, montain bike, e principalmente o trekking em suas trilhas de diversos graus de dificuldade.

 

Com tantas qualidades, a regio acabou ganhando fama e hoje invadida por milhares de turistas nacionais e estrangeiros. O local escolhido para ser o portal de entrada da Chapada foi a histrica cidade de Lenis, onde pipocaram diversas agncias de aventura e servios para qualquer tipo de visitante. Os passeios passaram a ter preos tabelados e encarecidos. Muitas pessoas de fora vieram para trabalhar na rea de turismo, movimentando a cidade antes pacata, onde infelizmente j possvel observar uma degradao dos atrativos naturais mais prximos a Lenis.

 

Nada que tire os mritos da imensa Chapada Diamantina que se estende alm dos limites do Parque Nacional, guardando segredos e paisagens fascinantes, ainda desconhecidas pelo grande pblico. Afinal, so quase 200 km de uma ponta a outra, que no podem ser desvendadas em uma nica semana. Para fugir do sistema turstico instalado em Lenis, o mochileiro ter que ter disposio e tempo para visitar as atraes a partir dos vilarejos mais prximos de cada atrativo. Uma experincia surpreendente que o levar a viajar na histria do garimpo, preservada nos traos da populao de cada povoado.

 

Posts relacionados:

 

- Atrativos de Mucug

- Lenis, corao da Chapada Diamantina

- Vale do Capo, ponto alto da Chapada



Escrito por Jeferson Jess �s 14h42
[] [envie esta mensagem] [ ] []




[ ver mensagens anteriores ]



Objetivo da Expedi��o
Contornar todo o litoral da Am�rica Latina utilizando apenas a carona! Uma aventura que vai promover a pr�tica deste transporte alternativo e resgatar o humanismo entre as pessoas.


Pr�xima etapa
Data ainda indefinida (depende de apoios e parcerias). Sa�da de Curitiba, contornando todo o cone sul at� alcan�ar a cidade de Santiago, no Chile.


Meu perfil
Jornalista e arquiteto de informa��o, 25 anos, ainda morando em Curitiba, Brasil. (ver portf�lio)


Entre em contato
>>
>>


Expedi��o no Orkut



Arquivo secreto
Jan / Fev - 2008
- P�ndulo humano
- Fundos de investimentos pe�onhentos
- Praia do Sono, Antigos, Ponta Negra
- Condom�nio Laranjeiras
- Travessia da Joatinga, Camburi (Ubatuba)

Out / Nov / Dez - 2007
- Surfando na carona do trem
- Ilha do Cardoso
- Cochilo em Canan�ia

Set / Ago - 2007
- Mundos distintos
- Idade nova em transe matinal

Jul / Jun - 2007
- Di�rios do viol�o
- Ilus�o do engano
- Old generation

Maio / 2007
- O turismo cemiterial
- Caronas arriscadas
- Cachoeira da Fortuna

Abril / 2007
- Paniquetes pegando carona
- Retrato dos exclu�dos
- Peregrina��o pelo Caminho de Peabir�
- Quando o rock fala mais alto

Mar�o / 2007
- C�nion do Guartel�
- Terra das cachoeiras gigantes
- O turismo revolucion�rio
- Truque de acostamento
- Carma de Conquistador

Fevereiro / 2007
- Carnaval em Superagui
- Ficando na estrada
- Lapas e tro�os nas praias do Paran�

Janeiro / 2007
- Pared�es do sul
- Subindo a serra
- Praia do Rosa, Farol de Santa Marta
- Garopaba, Ferrugem

Dezembro / 2006
- Guarda do Emba�
- Governador Celso Ramos, Florian�polis
- Tempos estranhos em Santa
- Aquece para a quarta etapa
- Caindo fora

Novembro / 2006
- Carona � uma merda
- Guia gringo para pegar carona
- Medo e del�rio no Rio de Janeiro
- O drama de um caroneiro

Outubro / 2006
- Ponto de carona
- Carona na rede
- Chapada Diamantina - parte 3
- Chapada Diamantina - parte 2

Setembro / 2006
- Chapada Diamantina - parte 1
- Quanto custa viajar de carona no Brasil
- Devaneios de Ilha Grande

Agosto / 2006
- Expedi��o j� planeja 4� etapa
- Alc�ntara, A arte de pegar carona
- Rio Pregui�a, S�o Lu�s do Maranh�o
- Delta do Parna�ba, Len��is Maranhenses
- Lagoinha, Jericoacoara

Julho / 2006
- Canoa Quebrada, Fortaleza, Beach Park
- S�o Miguel do Gostoso, Touros, Galinhos
- Ba�a Formosa, Praia de Pipa, Natal
- Jacum�, Tambaba, Jo�o Pessoa, Mamanguape

Junho / 2006
- Recife, Olinda, Ilha de Itamarac�
- Carro Quebrado, Maragogi, Porto de Galinhas, Caruaru
- Aracaju, Penedo, Macei�
- Salvador, Arembepe, Praia do Forte, Mangue Seco
- Parceiros de trip

Maio / 2006
- Chamando o gonzo
- Na espera!
- Vai come�ar a 3� etapa da expedi��o


Sites bacanas
Atire no dramaturgo
Blnicas
BrPoint
Caronas.com
Cmera Digital
ClickMarket
Coluna Extra
Contraditorium
DegustaParania
Digestivo Cultural
Esportes diferentes
Fbio Seixas, verso .txt
Freelancer - profi que rala
Hitchhikers.org
Hostelling International
Intermezzo
Interney
Jornalistas da Web
Mochileiros.com
NovoMundo.org
Obvious
Observatrio da Imprensa
Papo de Homem
Popload - Lcio Ribeiro
Querido Leitor
Revoluo Etc
Usabilidoido
Viaje Aqui
ViuIsso?
Webinsider

Sites parceiros
360grauss
Blog do Noel
Cledson Down
De gra�a � mais gostoso
Guia do Viajante
Jegue-BR
Melhores da Web
One Zillion Dollars
O melhor para download
O seu lazer na web
Pil�ndia
Plant�o NET
Publicidade e propaganda
P�rolas do Orkut
Resistindo
Teobaldo HP
Trilha do Brasil
Verdade Absoluta


Site Meter

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com



Free Page Rank Tool

--------------------------------