Lenis, corao da Chapada Diamantina (pt.6)

 

Depois de conhecer boa parte da Chapada, o viajante independente poder seguir tranqilo para a cidade de Lenis, sem o risco de gastar muito dinheiro com passeios nas agncias de turismo. A capital do Parque Nacional oferece ao visitante uma boa infra-estrutura de pousadas, restaurantes e servios de ecoturismo. Sua arquitetura colonial preservada proporciona um mergulho no passado, com ruas estreitas e coloridas onde fcil imaginar os donos de garimpo de terno branco circulando pelo antigo calamento de pedra. Os principais casares foram reformados com cuidado e hoje abrigam grande quantidade de lojas e botequins. Alm dos turistas que se apaixonam facilmente por Lenis, vrios artistas escolheram a cidade para trabalhar e viver, pipocando o lugar com lojas e atelis de todos os tipos.

 

Essa seduo pela cidade tem como inconveniente a multiplicao dos visitantes sem um controle adequado, que congestionam os passeios mais prximos tipo o Ribeiro do Meio, a Cachoeirinha ou o Sossego. Outras atraes como Poo do Diabo, Morro do Pai Incio, Gruta da Lapa Doce e Pratinha tambm sofrem com o excesso de turistas, trazidos geralmente pelas agncias. O translado para tais destinos oferecido em mdia por 40 reais, realizado num nico dia. Devido as grandes distncias entre um lugar e outro, alm das pssimas condies das estradas, o passeio pacoto acaba compensando para o mochileiro sem transporte.

 

 

Para quem gosta de esportes radicais e possui uma verba a mais para gastar, Lenis oferece boas opes como rapel e tirolesa no Poo do Diabo, bungiee jump na Gruta do Lapo, canoagem no Marimbus (Pantanal da Chapada), trilha de bike at Pai Incio e outros esportes bacanas. No trekking, a caminhada mais famosa a trilha da Cachoeira da Fumaa por baixo. So trs dias de pernada pesada (o ltimo o mais desgastante por causa da ngreme subida do cnion), sendo necessria a companhia de um guia. H um outro trajeto mais longo que pode ser realizado na raa pelos mais aventureiros. Basta seguir o leito do Rio Capivara at a cachoeira, caminhando sempre sob as pedras que acompanham as margens. Por ser um trekking mais duro, este roteiro costuma ser bem mais demorado e perigoso.

 

Posts relacionados:

 

- Praia do Forte, turismo planejado

- Delta do Parnaba

- Litoral norte de Natal



Escrito por Jeferson Jess �s 00h38
[] [envie esta mensagem] [ ] []



Rdio Carona Rock!

 

O Google lanou recentemente um portal de ferramentas para sites e weblogs. Batizado de Google Gadgets, o novo servio gratuito e possibilita inserir em pginas da Web informaes como calendrio, fases da lua, finanas, horscopo, jogos, mapas, notcias, relgios, entre outras.

 

O mais interessante que achei foi um player da Metro-Radio, estao rock do Canad, com uma seleo de msicas bem bacana e de alta qualidade. Como o player meio grande, alm de exibir uns incmodos anncios do Google de brinde, vou fazer um teste colocando esta ferramenta l no RODAP do site!

 

Basta apertar o PLAY  e deixar rolar o som enquanto voc navega pelo blog!

 



Escrito por Jeferson Jess �s 23h15
[] [envie esta mensagem] [ ] []



Igatu e Andara (pt.5)

 

Durante o auge do ciclo e explorao do diamante, a vila de Igatu, ou Xique-xique (como era conhecida na poca), serviu de base para garimpeiros e comerciantes que transitavam entre as cidades de Andara e Mucug. Toda construda de pedra dentro de um grande vale, Igatu chegou a abrigar mais de 3 mil pessoas que forneciam diversos servios e produtos necessrios aos viajantes da regio.

 

Com o declnio da economia extrativista, a antiga cidade foi praticamente abandonada. Garimpeiros chegaram a destruir ruas inteiras na busca pelos ltimos diamantes. Sua rea urbana aos poucos se transformou em runas, que lhe renderam o apelido de "cidade fantasma" ou de Machu Picchu brasileira. Atualmente Igatu um pequeno distrito de Andara, onde vivem mais ou menos 400 pessoas num cenrio buclico e tranqilo.

 

Por estar dentro do Parque Nacional da Chapada Diamantina, o turismo vem se firmando como principal fonte de renda da populao. Na casa do seu Amarildo, por exemplo, os turistas ficam sabendo de toda a histria de Igatu contada em revistinhas escritas mo. Alm de personagens curiosos e runas por todos os lados, uma das atraes mais incrveis a monumental Rampa do Caim. So duas horas de caminhada at um mirante duplo, onde de um lado avista-se a paisagem do Vale do Paty e do outro, o cnion do Rio Paraguau.

 

Para o visitante mais aventureiro, existe uma antiga trilha de garimpeiros (11 km) que liga o distrito at o municpio sede, podendo ser feita de bike ou caminhando por trs horas. Quem quiser sair da cidade sem suar muito, ter que acordar cedo para pegar o nibus escolar com os estudantes (nico transporte da vila) at Andara.

 

*********

 

Outra pacata cidade da Chapada, Andara recentemente passou a ser conhecida como ponto final dos diversos mochileiros que atravessam o Vale do Paty em 4 dias de caminhada. Apesar do caminho contrrio ser um pouco mais cansativo por causa da diferena de altitude, nada impede que o visitante siga na contramo da trilha e alcance o famoso Vale do Capo, ponto de partida para a maioria dos turistas. Em Andara, os guias so mais baratos mas a dificuldade de formar um grupo maior. Se o viajante acostumado com longas trilhas e uso de mapas, no ter dificuldades de encarar a pernada por conta prpria. At porque no Vale do Paty os poucos moradores ao longo da trilha servem como apoios, podendo conseguir comida e at dormir nas suas casas. (pagando claro).

 

Se estiver viajando numa poca de chuvas, um passeio muito bacana em Andara a Cachoeira do Ramalho, com 90 metros de altura. Para chegar at ela, basta subir o leito do rio Baiano que corta o centro da cidade. O percurso dura pouco mais de duas horas, aumentando a dificuldade no final por causa das grandes pedras que cercam o rio. Sendo uma regio seca por natureza, na estiagem a cachoeira pode se transformar apenas num simples paredo de pedras.

 

Posts relacionados:

 

- Caruaru, interior de Pernambuco

- So Miguel do Gostoso, por natureza

- Penedo e a foz do Rio So Francisco



Escrito por Jeferson Jess �s 01h05
[] [envie esta mensagem] [ ] []




[ ver mensagens anteriores ]



Objetivo da Expedi��o
Contornar todo o litoral da Am�rica Latina utilizando apenas a carona! Uma aventura que vai promover a pr�tica deste transporte alternativo e resgatar o humanismo entre as pessoas.


Pr�xima etapa
Data ainda indefinida (depende de apoios e parcerias). Sa�da de Curitiba, contornando todo o cone sul at� alcan�ar a cidade de Santiago, no Chile.


Meu perfil
Jornalista e arquiteto de informa��o, 25 anos, ainda morando em Curitiba, Brasil. (ver portf�lio)


Entre em contato
>>
>>


Expedi��o no Orkut



Arquivo secreto
Jan / Fev - 2008
- P�ndulo humano
- Fundos de investimentos pe�onhentos
- Praia do Sono, Antigos, Ponta Negra
- Condom�nio Laranjeiras
- Travessia da Joatinga, Camburi (Ubatuba)

Out / Nov / Dez - 2007
- Surfando na carona do trem
- Ilha do Cardoso
- Cochilo em Canan�ia

Set / Ago - 2007
- Mundos distintos
- Idade nova em transe matinal

Jul / Jun - 2007
- Di�rios do viol�o
- Ilus�o do engano
- Old generation

Maio / 2007
- O turismo cemiterial
- Caronas arriscadas
- Cachoeira da Fortuna

Abril / 2007
- Paniquetes pegando carona
- Retrato dos exclu�dos
- Peregrina��o pelo Caminho de Peabir�
- Quando o rock fala mais alto

Mar�o / 2007
- C�nion do Guartel�
- Terra das cachoeiras gigantes
- O turismo revolucion�rio
- Truque de acostamento
- Carma de Conquistador

Fevereiro / 2007
- Carnaval em Superagui
- Ficando na estrada
- Lapas e tro�os nas praias do Paran�

Janeiro / 2007
- Pared�es do sul
- Subindo a serra
- Praia do Rosa, Farol de Santa Marta
- Garopaba, Ferrugem

Dezembro / 2006
- Guarda do Emba�
- Governador Celso Ramos, Florian�polis
- Tempos estranhos em Santa
- Aquece para a quarta etapa
- Caindo fora

Novembro / 2006
- Carona � uma merda
- Guia gringo para pegar carona
- Medo e del�rio no Rio de Janeiro
- O drama de um caroneiro

Outubro / 2006
- Ponto de carona
- Carona na rede
- Chapada Diamantina - parte 3
- Chapada Diamantina - parte 2

Setembro / 2006
- Chapada Diamantina - parte 1
- Quanto custa viajar de carona no Brasil
- Devaneios de Ilha Grande

Agosto / 2006
- Expedi��o j� planeja 4� etapa
- Alc�ntara, A arte de pegar carona
- Rio Pregui�a, S�o Lu�s do Maranh�o
- Delta do Parna�ba, Len��is Maranhenses
- Lagoinha, Jericoacoara

Julho / 2006
- Canoa Quebrada, Fortaleza, Beach Park
- S�o Miguel do Gostoso, Touros, Galinhos
- Ba�a Formosa, Praia de Pipa, Natal
- Jacum�, Tambaba, Jo�o Pessoa, Mamanguape

Junho / 2006
- Recife, Olinda, Ilha de Itamarac�
- Carro Quebrado, Maragogi, Porto de Galinhas, Caruaru
- Aracaju, Penedo, Macei�
- Salvador, Arembepe, Praia do Forte, Mangue Seco
- Parceiros de trip

Maio / 2006
- Chamando o gonzo
- Na espera!
- Vai come�ar a 3� etapa da expedi��o


Sites bacanas
Atire no dramaturgo
Blnicas
BrPoint
Caronas.com
Cmera Digital
ClickMarket
Coluna Extra
Contraditorium
DegustaParania
Digestivo Cultural
Esportes diferentes
Fbio Seixas, verso .txt
Freelancer - profi que rala
Hitchhikers.org
Hostelling International
Intermezzo
Interney
Jornalistas da Web
Mochileiros.com
NovoMundo.org
Obvious
Observatrio da Imprensa
Papo de Homem
Popload - Lcio Ribeiro
Querido Leitor
Revoluo Etc
Usabilidoido
Viaje Aqui
ViuIsso?
Webinsider

Sites parceiros
360grauss
Blog do Noel
Cledson Down
De gra�a � mais gostoso
Guia do Viajante
Jegue-BR
Melhores da Web
One Zillion Dollars
O melhor para download
O seu lazer na web
Pil�ndia
Plant�o NET
Publicidade e propaganda
P�rolas do Orkut
Resistindo
Teobaldo HP
Trilha do Brasil
Verdade Absoluta


Site Meter

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com



Free Page Rank Tool

--------------------------------